O Brasil está na moda

Hoje o mundo todo fala do Brasil. Um país que a todos faz sonhar e que agora aprendeu a trabalhar o lado positivo dos estereótipos, adquirindo e refinando competências de gestão dignas de respeito e admiração.

O brasileiro, por sua vez, tem uma capacidade própria de encontrar soluções rápidas e criativas para problemas complexos, sempre com muito bom humor.

Não por outro motivo estamos assistindo a uma onda massiva de empresas e empreendedores do mundo todo querendo ser parte integrante desse novo e importante mercado.

Brasil, um BRIC diferente.

O que destaca o Brasil de outros países do BRIC, pode-se dizer sem medo de errar, é nossa identificação com modo de vida judaico-cristã. Enquanto a produção acadêmica brasileira reflete a origem europeia das instituições como USP, UNICAMP e outros centros de excelência, nossa indústria cultural – cinema, televisão e música – é bem americana.

Acrescente a isso uma vocação decididamente democrática e igualitária, uma população altamente miscigenada, o tolerante sincretismo religioso e você obterá a marca de um país de sonhos para aqueles que ainda acreditam na liberdade e fraternidade.

Essa “marca “ é que precisa ser compreendida por qualquer estrangeiro que se estabelecer nesse gigante da América Latina.

brasil-esta-na-moda1

A marca Brasil.

O Brasil é aberto, acolhedor e cosmopolita. As duas grandes marcas coreanas, Samsung e Hyundai, e as japonesas Sony e Honda, já são consideradas como marcas locais. O brasileiro médio vê a gigante suíça Nestlé tão brasileira quanto a Sadia. Aqui somos todos um pouco estrangeiros de origem (árabes, italianos, africanos, portugueses, japoneses) e portanto ninguém é estrangeiro, a menos que faça questão disso.

A Unilever foi uma das primeiras multinacionais a buscar seus clientes na base da pirâmide social. A Decathlon, cresce no país com um posicionamento que permite acesso dos brasileiros a todos os esportes, democratizando a prática esportiva.

O grupo SEB, benchmark de eletrodomésticos no Brasil, ganhou sua liderança graças à sua política de inovação e expertise tecnológica na fabricação de produtos que se adaptam às necessidades dos consumidores locais.

brasil-esta-na-moda2

Brasil, ideal para o mercado de nichos.

Os mercados de nicho estão constituídos por consumidores em número e concentração suficiente para viabilizar sua exploração em pouco tempo. As marcas de luxo dispõem de centros comerciais, atraindo consumidores do país inteiro. Existe enfim espaço para todos, caracterizando aquilo que chamamos de economia emergente.

O Brasil não é somente um player importante no mercado das comodities. Hoje, dentro das 10 maiores marcas no Brasil, três são do setor financeiro: banco Itaú, banco Bradesco e o banco do Brasil, três do setor de bebidas: Skol, Brahma e Antártica, uma da indústria da energia: Petrobrás, uma da indústria cosmética: Natura, uma mineradora: Vale e uma de telecomunicações: Vivo. E ainda grandes empresas de varejo, como a Renner, lojas Americanas e Casas Bahia, fazem parte das 20 maiores marcas.

As empresas globais que fazem sucesso no Brasil tem algumas características em comum: tratam suas marcas como ativos de valor, sabem como funciona sua marca, gerenciam de maneira eficiente seu ciclo (estratégia, identidade, compromisso, experiência e controle) com uma estratégia coerente de longo prazo, sabendo inovar e criar demanda.

Um mercado enorme, que cresce a cada dia.

O Brasil é o quinto país em conexão na internet. A porcentagem de brasileiros conectados aumentou de 27 a 48% entre 2007 e 2011. São 46,3 milhões de usuários que acessam regularmente a internet e as redes sociais, fazendo parte do cotidiano de 90% dos usuários da internet. A utilização da internet e das redes sociais é essencial para a consolidação de novas marcas no Brasil.

Em uma pesquisa de 2010 com 507 executivos sobre as marcas francesas mais admiradas pelos brasileiros, as vantagens competitivas das marcas francesas em relação às marcas do mercado local foram: qualidade 38%, confiança 10%, design 8%, luxo 7%, tradição 7%.

Essa pesquisa também mostrou que as campanhas publicitárias contribuem com 80% desta percepção. As marcas francesas no Brasil mais admiradas pelos brasileiros são: Peugeot, Carrefour, L’Oréal, Citroën, Renault e Air France.

Lembre-se sempre que o Brasil é movido pela emoção e dirigido pela razão. Você terá que criar um link afetivo entre sua marca e os brasileiros, por isso não tenha dúvidas em se cercar de profissionais para economizar tempo e dinheiro.

brasil-esta-na-moda3

Chegou a hora de decidir.

Então, não hesite em implantar a sua marca no Brasil. O mercado tem muita concorrência? De fato. Tem problemas sociais? Sem dúvida. E também é verdade que o governo, com uma das maiores burocracias do mundo, não parece ver o empreendedor local ou estrangeiro, como parceiro de desenvolvimento.

Mas, bem, para enfrentar tudo isso, existe também o “jeitinho” brasileiro. Mais que uma vocação para contornar as regras, ele representa a boa vontade de um povo que encontra sempre uma forma criativa de viabilizar suas realizações. Ou, como se diz por aqui, é transformar o limão em uma limonada.

Ver o copo sempre meio cheio em vez de meio vazio é o lema de um povo otimista e, acredite, uma filosofia muito preciosa para enfrentar as dificuldades do cotidiano que é normal encontrar.

Esta, talvez, seja a marca do Brasil. ☺

Related Posts
Publicidade no Brasil: reinventando-se sempre
“It was the best of times, it was the worst of times…” Le conte de Deux cités, Charles Dickens.
Investir no Brasil, oportunidade e desafio.
Marketing Brasileiro: tem um jeitinho certo de fazer

Leave Your Comment

Your Name*
Your Webpage

Your Comment*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>